Conheça os benefícios de bordar e tricotar

postado por Luana Zanolini em 16/02/2016 às 15h32

A prática de bordar e tricotar é uma ótima aliada à saúde. Experimente!

Texto Luana Zanolini | Foto: FreeImages.com/ Joe Zlomek 

 

Conheça os benefícios de bordar e tricotar

 

 

O ato de bordar e tricotar serve não somente como profissão ou passatempo – ele pode também ajudar na saúde física e mental.

 

Estudos do sistema público de saúde inglês apontam que a prática pode reduzir dores. Outra pesquisa, publicada no “Journal of Neuropsychiatry & Clinical Neurosciences”, mostrou que tricotar pode ajudar a evitar a perda de memória.

 

Fabio Sawada Shiba, neurologista clínico da clínica de combate à dor e ao estresse Fluyr Saudável, esclarece que bordar e tricotar ajudam na coordenação motora fina e na integração das informações visuais com os movimentos dos dedos e das mãos.

 

“A prática de bordar e tricotar requer planejamento dos passos necessários, concentração, paciência e formação e recuperação de informações memorizadas. Além disso, há alguns aspectos em comum com a prática de meditação, o que explicaria os benefícios para a saúde mental”, explica o neurologista.

 

Aliado a isso, a prática pode ser usada até mesmo como forma de terapia. “Apesar de poder ser empregada também como parte de atividades em arte terapia, cabe notar que deve haver um mínimo de afinidade com a atividade e também ajustar o nível de dificuldade às condições físicas e acuidade visual”, complementa.

 

Luciana Ferreira trabalha com serviços administrativos, mas também tem em sua vida o bordado como fonte de renda. “Em certo momento da minha vida, tive muitas crises de labirintite, por isso precisei deixar meu trabalho e ficar em casa. O bordado me ajudou tanto para me ocupar em alguma coisa e não me sentir inútil, como para me trazer algum tipo de renda”, explica Luciana.

 

Além disso, a prática ajuda a aflorar a criatividade. “Me relaxa muito e mantém minha mente ativa, enquanto eu trabalho com cálculos”, completa a bordadeira.

 

 

 

Mais de Cantinho da Costureira

Comentários (1)

Elva Inés Medina comentou em 06/03/16 às 22h20

Muy interesante la información. Quiero saber si una persona de 60 años puede aprender a coser o a manejar una máquina de coser?Muchas Gracias Saludos

|
deixe seu comentário